quinta-feira, 24 de abril de 2014

ÓRGÃOS SOCIAIS DA SPAD 2014-2017

Na Assembleia-geral que decorreu ontem, dia 23 de Abril de 2014, foram eleitos e tomaram posse os seguintes novos membros dos novos órgãos sociais da SPAD:

ASSEMBLEIA-GERAL

Presidente: Carlos da Silva Costa Neves - Associado n.º 2599
1.º Secretário: Ricardo Gomes Vieira - Associado n.º 5315
2.º Secretário: João Carlos dos Santos de França Dória  - Associado n.º 678

CONSELHO FISCAL

Presidente: Carlos Alberto Cabaça de Almeida Estudante - Associado n.º 5285
Secretário: João Manuel Mendes Fernandes de Castro - Associado n.º 3852
Relator: Miguel Ferreira Figueirôa e Silva - Associado n.º 5037

DIRECÇÃO

Presidente: Paulo Alexandre Ferreira Figueira - Associado n.º 5016
Vice-Presidente: Carina de Castro Lombo - Associado n.º 5000
Director: Maria José Gonçalves - Associado n.º 2442
Director: Susana de Castro Lombo - Associado n.º 5295
Director: Hélder Filipe Silva Mendes - Associado n.º 5239

Esta equipa dirigente tem como principais objectivos estratégicos:

1. Intervenção Activa na Protecção, Bem-estar e Saúde Animal;
2. Contínua Melhoria dos Serviços Prestados pela SPAD;
3. Promover Nova Dinâmica na Comunicação e Relação com Associados, Clientes e Entidades Públicas e Privadas.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

ELEIÇÕES PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA SPAD


C O N V O C A T Ó R I A


ASSEMBLEIA GERAL

Convoco, nos termos da alínea a) dos artigos 14.º e 19.º dos Estatutos e do artigo 1.º do respectivo Regulamento Eleitoral, todos os associados para uma reunião da Assembleia Geral da “SOCIEDADE PROTECTORA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS DO FUNCHAL”, a realizar na sua sede, à Rua do Matadouro, nº 10-A, Funchal, no dia 23 de Abril de 2014, pelas 18:00 h, com a seguinte “Ordem do Dia”:

Único - Eleição dos órgãos sociais da SPAD para o triénio 2014/2017.

Não comparecendo o número estatutário de associados para que a Assembleia possa reunir em primeira convocação, convoco, desde já, a mesma Assembleia Geral para reunir em segunda convocação no mesmo local e com a mesma Ordem de Trabalhos, no mesmo dia mas às 19:00 h, tomando-se as deliberações com o número de associados presentes.

Assim, nos termos do artigo 2.º do Regulamento Eleitoral, as propostas de candidatura deverão ser apresentadas perante o Presidente da Mesa da Assembleia Geral até ao próximo dia 16 de Abril.

Funchal, 09 de Abril de 2014
O Presidente da Mesa da Assembleia Geral
(Rui Ricardo Gomes Vieira)

domingo, 30 de março de 2014

ESCLARECIMENTO DA VERDADE

Lamentando que a verdade não seja tão sensacionalista como a sua deturpação e, na ausência da publicação do necessário esclarecimento, a Direcção da SPAD torna público através deste meio a mensagem enviada ao director do Diário de Notícias a 25 de Março, pedindo a todos que a partilhem o máximo possível:
"Exmo. Sr. Director do Diário de Notícias da Madeira
Dr. Ricardo Miguel Oliveira,
Relativamente à notícia que foi publicada pelo jornal dirigido por Vexa. no dia 16 de Março p.p., sob o título "Um ano de vida", assinado pelo jornalista Ricardo Duarte Freitas, vem a Direcção da Sociedade Protectora dos Animais Domésticos repudiar tal notícia e dar conta da sua indignação.
Entendemos que, no mínimo, os elementos fornecidos pelo Presidente da SPAD ao mencionado jornalista, foram mal interpretados, o qual tirou conclusões erradas com efeitos negativos para a imagem de idoneidade e o bom-nome de uma instituição com 117 anos de existência, que nesse mesmo dia cumpria 100 anos de estatuto de utilidade pública e que tem um historial ímpar e pioneiro nesta Região em prol da defesa e protecção dos animais.
Assim, vimos recorrer aos bons ofícios de Vexa. para que justamente seja publicado nesse jornal matutino, com o mesmo destaque e importância, o seguinte esclarecimento, enviado a Vexa. no passado dia 21 de Março, por correio electrónico:
1. A SPAD não pratica a eutanásia em animais saudáveis, com condições de virem a ser adoptados.
2. O protocolo que a SPAD assinou com a CMF em 2005, através do qual esta delegou na SPAD a gestão corrente do canil municipal do Vasco Gil, teve como objectivo principal presisamente evitar que, na ausência de médico veterinário municipal, o referido canil não praticasse uma política "pura e dura", seguida pela maioria dos canis municipais, aliás como está previsto na lei em vigor, pois nessa altura tínhamos conhecimento dos problemas gravíssimos que tinham acontecido no passado, no canil do Porto Santo, em que mais de uma vez os serviços veterinários oficiais foram chamados a intervir.
3. Por isso, desde 2005 que a SPAD pratica no canil municipal do Vasco Gil uma rigorosa política de profilaxia sanitária (ex. desparasitação, profilaxia da Filária e vacinação contra doenças infectocontagiosas, nomeadante contra a Raiva), bem como submete todos os animais que são entregues na SPAD, com destino ao canil municipal, a um exame clínico e a análises, designadamente para a pesquisa de Filaria immitis, ficando em quarentena nas instalações da SPAD (Rua do Matadouro). Tudo isto, para evitar a contaminação dos animais já alojados.
4. É preciso também não esquecer que é nas instalações da SPAD, na Rua do Matadouro, que são alojadas as fêmeas gestante e as ninhadas, bem como os gatos, por não existirem no Vasco Gil as necessárias condições de habitabilidade.
5. A SPAD assume inteiramente o recurso à eutanásia, ou seja, à morte sem sofrimento, em todos os casos previstos e recomendados pela RSPCA e pela WSPA e ainda pela Convenção Europeia Para a Protecção dos Animais de Companhia e demais legislação nacional em vigor, nomeadamente nos casos de sofrimento, de doença infecto-contagiosa, de patologias cujo tratamento é muito dispendioso e sem garantia plena de cura, em animais muito agressivos, etc. Estes critérios estão descritos e constam de um regulamento em vigor na SPAD.
6. No caso dos animais alojados, cujo destino é sempre a adopção, procuramos que eles não permaneçam eternamente nos canis, por razões óbvias, das quais destaco as alterações quer comportamentais quer físicas que genericamente esses animais experimentam a partir do segundo/terceiro mês de permanência em jaulas, pelo que muito gostaríamos que não ficassem no canil mais do que esse tempo e no máximo um ano, o que infelizmente nem sempre é possível.
7. No entanto, ao contrário do que o jornalista afirma (deduzindo erradamente), não submetemos à eutanásia os animais que não têm a sorte de serem adoptados nesse período de tempo, o que facilmente pode ser comprovado pelos nossos registos. Sublinhamos que neste preciso momento temos alojados nos nossos canis (SPAD e Vasco Gil) cerca de 422 animais, dos quais 90 (noventa) têm mais de um ano de permanência, sendo que o mais antigo deu entrada em Janeiro de 2012 (ou seja, encontra-se há mais de 2 anos no canil do Vasco Gil);
8. Nestes casos, não havendo a possibilidade de os colocar em adopção na Madeira, uma vez que os adoptantes da RAM optam quase sempre por animais muito jovens , temos vindo a contar com a ajuda da organização ANIMA e de outros particulares, que promovem a sua adopção na Alemanha.
Com os melhores cumprimentos.
O Presidente"

sexta-feira, 14 de março de 2014

CAMPANHA DE RECOLHA DE ALIMENTOS


Nos próximos dias 29 de 30 de Março (dia do aniversário da SPAD), irá decorrer uma campanha de agariação de alimentos para os animais a nosso cargo nos supermercados PINGO DOCE abaixo nomeados.
Agradecemos a todos os que puderem contribuir com a vossa ajuda e solidariedade.
Bem hajam!

Supermercados:

·          Fórum Madeira
·         Hiper (Lido Sol)
·         Santo António
·         Câmara de Lobos
·         Cancela Park
·         Penteada

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

CONVOCATÓRIA

ASSEMBLEIA GERAL

Convoco, nos termos da alínea b) do artigo 14.º dos Estatutos, todos os associados para uma reunião da Assembleia Geral da “SOCIEDADE PROTECTORA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS DO FUNCHAL”, a realizar no lugar da sede, à Rua do Matadouro, nº 10-A, Funchal, no dia 28 de Fevereiro de 2014, pelas 18h00, com a seguinte “Ordem do Dia”:
a)      Apreciação e deliberação do Relatório e Contas da SPAD, reportado ao ano económico de 2013;
b)     Apreciação e votação da proposta de alteração aos Estatutos da SPAD, apresentada pela Direcção;
c)     Apreciação e votação da proposta do Regulamento Eleitoral, apresentado pela Direcção.
Não comparecendo número estatutário de associados para que a Assembleia possa reunir em primeira convocação, convoco, desde já, a mesma Assembleia Geral para reunir, em segunda convocação no mesmo local, e com a mesma Ordem de Trabalhos, no mesmo dia, às 19h00, tomando-se as deliberações com o número de associados presentes.
O Relatório e Contas e o respectivo parecer do Conselho Fiscal, bem como as propostas de alteração dos Estatutos e a do Regulamento Eleitoral, encontram-se disponíveis na sede da SPAD a partir do dia 24 de Fevereiro.

 

Funchal, 12 de Fevereiro de 2014

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

(Rui Ricardo Gomes Vieira)

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

GATOS EM SOCIEDADE

  A OMV criou e divulga agora o vídeo intitulado “Gatos em Sociedade”. Este vídeo, destina-se à população em geral, com vista a promover uma saudável interação entre o Homem e os Animais, assim como sensibilizar os donos para a importância dos cuidados médico veterinários regulares aos seus animais de companhia. Pretende-se com esta publicação reforçar as vantagens da amizade e do convívio entre o Homem e o Animal, bem como a importância do proprietário conhecer os seus comportamentos e necessidades básicas, tornando assim esta relação mais adequada, saudável e duradoura. No vídeo é passada a mensagem de que "um gato feliz, torna a nossa vida muito mais feliz". O vídeo tem a duração de 19 minutos, está dividido em 7 capítulos e pode ser visionado clicando aqui.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

ATRIBUIÇÃO DE LOUVOR



A Direcção da Sociedade Protectora dos Animais Domésticos do Funchal, reunida no passado dia 4 de Novembro de 2013, aprovou a seguinte deliberação:
“A Direcção deliberou por unanimidade manifestar o seu reconhecimento à D. Maria José Gonçalves Silva  Gonçalves no momento em que por motivo de aposentação cessa as suas funções de Encarregada-Geral da Sociedade Protectora dos Animais Domésticos do Funchal, à qual  dedicou com competência e empenho mais de vinte e cinco anos da sua vida profissional.
Nesta conformidade, pelo seu excelente e dedicado desempenho e alto sentido da responsabilidade, é de inteira e elementar justiça conferir este louvor que se torna público”.

Funchal, 19 de Dezembro de 2013

Pel’ A DIRECÇÃO,
O PRESIDENTE
José Carlos da Silva da Costa Neves

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

SPAD - Gestão de animais errantes

A Sociedade Protectora dos Animais Domésticos do Funchal, SPAD, é uma instituição privada, sem fins lucrativos e de utilidade pública que, de acordo com os seus Estatutos, tem como finalidade “lutar pelos direitos e bem-estar dos animais, tendo por base a Declaração Universal dos Direitos dos Animais e todas as leis em vigor”. 
Em 2005 a SPAD celebrou um protocolo com a Câmara Municipal do Funchal tendo por finalidade a gestão do Canil Municipal do Funchal, localizado no sítio do Vasco Gil, mediante o pagamento mensal da prestação destes serviços. 
O acolhimento de animais de companhia (cães e gatos) errantes ou  abandonados com destino ao Canil Municipal do Funchal, faz-se através da SPAD, que também acolhe no seu próprio canil/gatil todas as fêmeas gestantes e crias, bem como todos os gatos e gatas que aí são entregues, uma vez que o Canil Municipal não possui gatil, nem condições físicas para receber este tipo de animais.
Anualmente, cerca de 3.000 animais (cães e gatos) são entregues na SPAD, directamente pela população ou através dos competentes serviços municipais e outros (ex.: bombeiros, Via Litoral, Via Expresso, tribunais, forças policiais, etc.). Todos os dias recebemos pessoas que se deslocam aos nossos serviços com animais perdidos, abandonados ou errantes, na esperança de os recebermos a todos e pensando que haverá sempre espaço para os alojar, mas a realidade é que existem no canil da SPAD 23 jaulas para cães adultos, com capacidade para 69 animais, 6 jaulas de quarentena, com capacidade para 6 animais e 8 jaulas de tratamento com capacidade para 12 animais, ou seja, a capacidade total da SPAD é de 87 cães. Dependendo do tamanho e do nível de socialização (agressividade) dos mesmos esta capacidade poderá ser aumentada, albergando actualmente 148 cães. Quanto ao Canil Municipal, este possui 53 jaulas com capacidade para 2 cães e 8 jaulas colectivas, com uma capacidade total de cerca de 138 cães. Dependendo do tamanho e do nível de socialização dos mesmos esta capacidade também poderá ser aumentada, albergando actualmente 150 cães. Relativamente aos gatos, apenas existem 17 jaulas na SPAD com uma capacidade que varia entre os 51 e 80 animais, dependendo do seu tamanho e idade, bem como do seu nível de socialização. Assim, a SPAD e o Canil Municipal,  perfazem no seu conjunto uma lotação máxima de cerca de 300 animais. 
Presentemente, a média de entrada é de cerca de 10 animais por dia, ou seja, estamos permanentemente sobrelotados. A grande maioria dos animais que recebemos não são auto-suficientes, ou seja, para sobreviverem necessitariam de cuidados neonatais 24 horas por dia, ou são animais idosos, doentes e feridos, que por muito que gostássemos de tratar, salvar e realojar todos os animais que recebemos, infelizmente não é possível, por possuirmos um número muito limitado de recursos, financeiros e materiais. 
Assim, nos termos previstos na lei, vemo-nos obrigados a proceder à indesejável tarefa de eutanasiar, de acordo com determinados critérios, tendo em conta a realidade, a avaliação médico-veterinárias, a saúde pública, o bem-estar animal e o nível de adopção, que presentemente é cerca de 30 a 40%. 
Os animais recém-nascidos, doentes, feridos, idosos ou agressivos não são populares aos olhos dos possíveis adoptantes que se deslocam aos nossos serviços, tornando-se impraticável mantê-los por muito tempo dados os condicionalismos e limitações atrás mencionados. No entanto, muitos animais chegam em condições de serem tratados e fazemo-lo sempre que as nossas possibilidades o permitam, alguns com medicação que resulta de donativos e outros sob a total responsabilidade da SPAD. 
Todos os animais que ultrapassam esta primeira fase, são vacinados, desparasitados e ficam disponíveis para adopção, pretendendo-se que esta seja responsável e não movida apenas por impulsos inconsequentes. 
A SPAD tem cerca de 5.500 sócios nominais, mas apenas cerca de 900 mantêm as suas quotas em dia. Os seus rendimentos provêm, pois, das quotas dos sócios, dos serviços prestados pela CLINISPAD (clínica veterinária), da venda de produtos pela SPADOLÂNDIA (espaço comercial anexo), da gestão do Canil Municipal do Funchal e dos donativos que recebe, quer em géneros quer em dinheiro. 
É possível adoptar um animal na SPAD mediante o pagamento de uma taxa de adopção (coresponsabilidade), no valor de 40 euros, que inclui as primeiras vacinações (contra a Raiva, Esgana, Hepatite, Leptosepirose e Parvovirose, no caso dos cães), a desparasitação, a identificação electrónica (microchip) e a cirurgia de esterilização/castração, que é obrigatória. 
A SPAD entende que a esterilização dos animais é a forma mais eficaz e humana de controlar a população de animais errantes. A esterilização não só minimiza os riscos da superpopulação de animais abandonados, como também aumenta a esperança de vida dos animais e elimina ou reduz os comportamentos associados ao cio nas fêmeas e à marcação de território dos machos. Até ao final de Agosto, a SPAD já realizou no presente ano mais de 300 cirurgias de esterilização a animais abandonados que foram adoptados, 52 das quais a custos reduzidos, em animais errantes recolhidos directamente da rua, por pessoas que manifestaram a sua incapacidade financeira . 
Importa referir que grande parte do sofrimento dos animais de companhia é resultado da sua superpopulação, situação que leva a que todos os dias cães e gatos sejam vítimas de abandono, maus-tratos, morte por atropelamento e eutanásia nos canis e gatis municipais portugueses. 
De acordo com dados da WSPA (Sociedade Mundial Para a Protecção dos Animais), uma única cadela com uma vida reprodutiva de 6 anos poderá dar origem a 6.000 descendentes e uma gata, em apenas dois anos, poderá deixar 2.000 descendentes. 
Combater esta triste realidade está nas mãos de todos nós, evitando que os nossos animais de companhia se reproduzam e educando os nossos vizinhos e conhecidos para a importância da esterilização. 
A ajuda de todos é necessária para diminuir o elevado número de eutanásias.
Ajude-nos a ajudá-los, do seguinte modo:
Tornando-se sócio da SPAD e mantendo as suas quotas em dia (quota mínima anual de 25€);
Vacinando e identificando electronicamente os seus animais, de acordo com a lei em vigor;
Esterilizando os seus animais de companhia;
Não permitir que o seu animal vagueie pelas ruas sem vigilância;
Adquirindo produtos para o seu animal na SPADOLÂNDIA;
Contribuindo com donativos (em géneros: ração, medicamentos, jornais, produtos de limpeza, ou em dinheiro);
Tornar-se voluntário, participando nas campanhas de adopção ou de recolha de alimentos promovidas pela SPAD;
Participando no projecto “Circula-Cão” (passear os animais alojados no canil da SPAD);
Partilhando e divulgando os animais para adopção cujas fotografias se encontram no blogue da SPAD em spad-funchal.blogspot.com ou no Facebook.

      
        A Direcção

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Banhos e Tosquias

Tendo terminado o prazo de apresentação de propostas para a prestação do serviço de banhos e tosquias, a SPAD vem agradecer a todos os candidatos que nos enviaram o seu currículo, informando ter sido já seleccionada a pessoa que irá desempenhar essas funções.
Com os melhores cumprimentos.

   O Secretário da Direcção,
João Carlos de França Dória 


quinta-feira, 25 de julho de 2013

ZORRO 0722



N.º 722
Chip: 939000010423215
Raça: Europeu Comum
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

VASCO 0690


N.º 690
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

VALENTINA 0689



N.º 689
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

REKAS 0646


N.º 646
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Sim

MOSQUITA 0872


N.º 872
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

quarta-feira, 24 de julho de 2013

JACINTA 0670



N.º 670
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

ZECA 0606


N.º 606
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

BUSKO 0890



N.º 890
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

SOL 0415


N.º 415
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento: 2011-02-07

Esterilizado/Castrado: Não

SANTANA 0842



N.º 842
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

PRAZERES 0676


N.º 676
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

PITEKA 0602


N.º 602
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

NEUZA 0697



N.º 697
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

MILLO 0817



N.º 817
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

MANUELA 0608


N.º 608
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

MANE 0642



N.º 642
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

LORENZA 0870


N.º 870
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

LOBO 0879



N.º 879
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: M
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

JARDINEIRA 0663



N.º 663
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

IRINA 0673


N.º 673
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

HENNA 0639


N.º 639
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

GARANITA 0888



N.º 888
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:
Entrada na SPAD: 2013-06-26
Esterilizado/Castrado: Não

ANA 0557


N.º 557
Chip: Não
Raça: SRD
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não

RODOLFA 0546



N.º 546
Chip: Não
Raça: Europeu Comum
Sexo: F
Nascimento:

Esterilizado/Castrado: Não